Por: Assessoria de Imprensa | Publicado em: 06/12/2018 13:22:15

Modalidade é reconhecida pela ONU como "esporte da paz"


Um esporte que estimula a competição, não permitindo o contato físico entre os atletas e, portanto, sem violência. Essa é a proposta do Tchoukball. A modalidade será apresentada nesta sexta-feira (07/12) aos jovens que cumprem medida socioeducativa no CASA Nova Aroeira (DRM IV) pelo professor Archimedes Moura Junior, da Associação Brasileira de Tchoukball. Além dele, a aula contará com a participação de outras duas atletas, Mykaela Keyse de Andrade e Jacqueline Rodrigues dos Santos.

O coordenador pedagógico, Mauro Lucio Fonseca, conta que o esporte já foi praticado no centro e que o sucesso da experiência motivou promover uma nova aula. "A intenção é de resgatar essa bem-sucedida história do ano de 2015, onde o esporte apresentou ótimos resultados para a medida socioeducativa no centro", disse.

O objetivo do jogo é arremessar a bola no gol e não deixar que o adversário domine o rebote, caracterizando o ponto. Uma curiosidade, o gol chama-se quadro de remissão, e se assemelha a uma cama elástica. Outra característica importante é que não se permite contato físico entre os jogadores. Por este motivo, é reconhecido pela ONU como "esporte da paz" e pela UNESCO como "esporte de grande valor pedagógico, com filosofia e princípios únicos".