Adolescentes da CASA são aprovados na Etec

Adolescentes da CASA são aprovados na Etec

Adolescentes contaram com apoio de servidores durante os estudos

 

ESCOLAR_ALUNO_UNIVERSITARIO_INT_FAZ_DO_CARMO_281010_EL_201_WEBPara os jovens que cumprem medida socioeducativa na Fundação CASA, o momento mais esperado é o da liberdade. Nesta quinta-feira (14 julho), um jovem de 18 anos do centro socioeducativo Bela Vista (Divisão Regional da Vila Maria), da Capital, voltou para casa após ser aprovado no vestibulinho da Etec (Escola Técnica Estadual) no curso de Logística.

 

A liberação só foi decidida pelo Poder Judiciário após a notícia da aprovação. Nesta semana, outros três jovens conseguiram vagas nas Etecs após serem aprovados no vestibular do Centro Paula Souza. Eles são de Ribeirão Preto, Araraquara e Taquaritinga, na região norte do Estado.

 

Um dos jovens, da CASA Rio Pardo (Ribeirão Preto), foi aprovado no curso de Automação Industrial. O segundo, do centro Taquaritinga, no curso de Mecatrônica. E o terceiro, que é do CASA Araraquara, no curso de Mecatrônica.

 

O site G1 da Globo publicou matéria sobre a superação dos jovens que entraram nas Etecs. Adolescente do centro Bela Vista disse que está "de cabeça erguida e vai aproveitar as oportunidades". Clique aqui para ler.

 

Retorno para casa

 

O retorno do jovem paulista para a família só foi possível depois que a equipe psicossocial do centro socioeducativo Bela Vista fez o relatório conclusivo dele e informou ao juiz que o adolescente tinha sido aprovado na Etec. “Após o tramite todo, a equipe aguardava uma resposta do Poder Judiciário. No final da tarde (da última quinta-feira), recebemos a noticia que ele seria liberado com extinção da medida socioeducativa”, comentou a coordenadora pedagógica Andréa Celice.

 

Agora, já em liberdade, o adolescente e sua família vão efetivar sua matrícula no curso de Logística da Etec. Na classificação geral, ele ficou em 38ª lugar e optou pela escola técnica da cidade de Osasco, que fica mais próxima de sua residência. Dentro do centro, o adolescente cursava o 2º ano do ensino médio.

 

Considerado muito aplicado nos estudos, o jovem contou com a assistência de profissionais e professores da escola formal do Bela Vista na fase de preparação para a prova. “O nosso principal papel é o de oferecer escolhas aos jovens que passam pela Fundação”, conta o diretor Marcelo Bovolon. “Com isso, mostrar a eles caminhos que possam traçar e melhorar de vida por meio dos estudos”.

 

Segundo Andréa Celice, está é a terceira vez que adolescentes do CASA Bela Vista participam de processo de seleção e a aprovação deste jovem é um novo ânimo para os demais que terão a chance de fazer a prova. “O curso de Logística está em ascensão no mercado de trabalho e com certeza este adolescente terá grandes oportunidades de emprego”.

 

Parceria

 

ESCOLAR_ALUNO_UNIVERSITARIO_INT_FAZ_DO_CARMO_281010_EL_121_WEBA oportunidade aos adolescentes de participar dos processos de seleções das Etecs é dada por meio de uma parceria entre a Gerência de Educação Profissional da Fundação CASA e o Centro Paula Souza, que semestralmente encaminha os jovens para os vestibulinhos dos cursos técnicos em todo o Estado.

 

“Há uma isenção da taxa de inscrição dos vestibulinhos dos jovens da CASA”, disse Ana Maria da Silva, gerente de educação profissional da Fundação.  “A ideia é dar oportunidade aos adolescentes que já estão no ensino médio para que eles concluam os cursos técnicos numa perspectiva de profissionalização”.